Perdido no centro achou uma boca de veludo

217
Share
Copy the link

Como de costume

Perdido no centro achou uma boca de veludo. Quando o Aleksandro aparece, certeza de vadiagem boa. Não se sabe se ele é sortudo ou se na sua cidade só tem macho top, mas é fato que só pega coisa boa. Foi assim com o vizinho, o negro, o caiçara e muitos outros. Com esse não é diferente. Foi ao centro da cidade comprar algumas roupas quando viu um gostosinho pedido informação e o povo nem dando atenção. Que maldade fazer isso com aquele tesudo, pensou e então apressou o passo e se voluntariou. O cabra queria chegar numa praça onde tem uns puteiros famosos. Disse que precisava dar uma aliviada. Mas por que pagar se pode ter de graça, perguntou o safado que adora hétero curioso. Como assim, ele nem entendeu. A puta vai te chupar e dar. Eu posso fazer tudo sem cobrar nada, mamo e dou o cuzinho. Só não tenho xoxota. O cabra parou para pensar e concordou com a foda. Continua…
Perdido no centro achou uma boca de veludo
Perdido no centro achou uma boca de veludo
Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *