Mordeu a fronha quando malhadão socou o nervo

Pede rindo

Mordeu a fronha quando malhadão socou o nervo. Quando vi o barbudo sofrendo na rola do parceiro, lembrei da frase: o que tu não pede rindo que não faço chorando. Bem assim, com aquele charme especial que o sarado pediu o cuzinho o camarada malhado e gato. Não tem como recusar um pedido desses, pois o homem é uma delícia. Mesmo sabendo que ia sofrer um pouco ele liberou. Foram para um hotelzinho barato do centro e meteram com vontade.
Mordeu a fronha quando malhadão socou o nervo

Mordeu a fronha quando malhadão socou o nervo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*