Mamou o operário que descansava do rango

8816
Share
Copy the link

Posso?

Mamou o operário que descansava do rango. Atrás da fábrica tem um terreno onde a peãozada costuma descansar depois do almoço. Geralmente eles ficam agrupados conversando besteira. O bezerro sempre de olho querendo pegar algum dessa macharada rude do trabalho pesado mas não tinha como. Até que certo dia viu um deles sair da turma e entrar no mato, para mijar. Foi atrás e o peão notou. Ficou meio envergonhado no início mas não demorou e aquilo virou excitação. O cacete subiu e ficou bem duro, como quem diz: quero uma boca quente para gozar.
Mamou o operário que descansava do rango
Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *