Galado pelo negão do bar atrás do muro

10191
Share
Copy the link

Encaçapou

Galado pelo negão do bar atrás do muro. Tomava sua pinga no balcão enquanto observava os caras jogando sinuca. Tinha um branco feioso e um negro tesudo. Como era doido num macho preto, ficou encarado o preto, que percebeu e começou a soltar indiretas: aqui eu não vacilo, encaçapo mesmo. Dava aquela coçada nos bagos para atiçar e o puto só esperando. Até que o bar fechou e eles saíram separados mas se encontraram mais na frente. Vamos ali atrás do muro, falou o nego. Estava na vontade de socar o roliço preto e achou o lugar certo.
Galado pelo negão do bar atrás do muro
Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *