Donzelo pôs calcinha e liberou pro pedreiro e ajudante

9767
Share
Copy the link

Vem de noite, gatinha

Donzelo pôs calcinha e liberou pro pedreiro e ajudante. Toda vez que vinha da escola, no período da tarde, passava em frente à um prédio em obras. Seu jeitinho meigo de andar chamou a atenção dos peões de obra, que começaram a mexer com ele. Primeiro foram assovios e depois um deles começou a falar alto e chamar: vem aqui de noite, gatinha, fazer companhia para nós. A gente tá carente, precisando de um tratamento. O safadinho dava um riso sonso e passava direto. Isso durou uma semana, sempre a mesma coisa, até que o jovem resolveu conferir o que aqueles homens rudes, da mão áspera tinham a oferecer. Foi até o quarto da irmã e pegou uma tanguinha de praia. Colocou, passou perfume e tomou o rumo da obra. Nunca tinha feito sexo com outros homens mas estava na hora. Assim que chegou viu os dois marmanjos fumando e conversando, até que o mais falador cumprimentou: boa noite, minha linda. Entre e fique à vontade…
Donzelo pôs calcinha e liberou pro pedreiro e ajudante
Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *