Cliente goza na boca do cabeleireiro e não paga corte

Interesses

Cliente goza na boca do cabeleireiro e não paga corte. Querendo ou não, o ser humano é movido por interesses. Seja ele financeiro, por droga ou sexual, cada um faz seus corres e usa das suas condições para satisfazer os desejos. Desse modo é o cabeleireiro talentoso que por cortar bem, sempre tem fila na porta. Mas se o cara tiver os requisitos e despertar a tara dele, além de furar a fila, nem paga pelo serviço. Quando o safado do cliente ficou sabendo dessa fraqueza dele, tratou de tirar vantagem. Seria fácil porque confiava no seu taco, e que belo taco que ficava escondido na calça mas que para o puto iria mostrar.
Cliente goza na boca do cabeleireiro e não paga corte

Cliente goza na boca do cabeleireiro e não paga corte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*