Trabalho não rende com coroa viciado em bater punheta – 2

Cabeça de baixo

Trabalho não rende com coroa viciado em bater punheta – 2.  O sangue era para estar na cabeça de cima, para ajudar na produtividade do trabalho mas fez o caminho contrário: desceu para a cabeça de baixo e tirou a concentração do sujeito. Como se pode trabalhar com a chapeleta inchada, pulsando de tesão e vontade de meter? o jeito é aproveitar que está sozinho e jorrar a porra na firma.

#1

#2

 

#3

 

#4

 

#5

Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *