Filmou o pai bêbado na bronha

Filmou o pai bêbado na bronha

Filmou o pai bêbado na bronha. Que lequinho safado, aproveitou que o velho estava bem bebão e safadão, com o pau pra fora da calça, ensaiando uma bronha e filmou tudo. Quando o pai ficar bom e pegar essa gravação, vai dar uma surra no moleque! Não sei o motivo mas muitos gays tem esse fetiche sexual pelos próprios pais, talvez pela figura masculina de autoridade, assim como héteros tem tesão pela mãe às vezes. Vai entender o ser humano. A sexualidade é muito complexa para ser simplificada.

link direto:

link

 

Filmou o pai bêbado na bronha

Filmou o pai bêbado na bronha

5 Comments

  • Sou hetero e quero chupar outro hetero sou jinho de campinas Whatsapp 19993513206

  • Ԍгеetings! I’ve been reading your blog for а long time now and finally got the braverу tօ go
    ahead and give you a shout oսt from Dallas Texas!
    Just wanted to say keep ᥙр the goοd job!

  • Antonio 1 ano ago

    Thanks man for your compliments. We try to scape from the commom thing and show to our visitors things that are really hot. Hug, Machos ao Natural.

  • Outstanding ѕtory there. What һappened after? Takᥱ care!

  • Rafael 10 meses ago

    Sempre tive muito tesão pelo meu pai, porém, nunca tive coragem de dar em cima dele ou sugerir alguma coisa. Certo dia, o espiei no banho e passei a ficar observando. Ás vezes ele se punhetava e eu fazia o mesmo do lado de fora sem ele saber. Até que um dia, numa distração minha ele percebeu, abriu a porta do banheiro e me encarando perguntou o que eu queria. Ele disse que não ía me bater e nem contar pra ninguém. Fiquei calado e assustado. Ele me perguntou se eu era viado o que eu neguei. Então, ele disse que se eu estava curioso e quisesse ver ele “brincar no banho” nunca mais devia fazer aquilo escondido, porque era uma invasão da intimidade dele, que era só pedir pra ele. Saí correndo e fiquei evitando ele até a manhã seguinte.
    No outro dia, quando estávamos sozinhos em casa, ele me puxou pelo braço pra dentro do banheiro, me obrigou a tirar a roupa e me fez tomar banho com ele. Ele ficou de pau duro, acariciando a cabeça do pau e, depois de um tempo, agarrou e apertou meu pau com tanta força que ele ficou com marcas roxas dos dedos dele e, enquanto eu sentia dor ele se punhetou na minha frente, falando pra que eu fizesse o mesmo porque ele queria me ver gozar assim como eu tinha visto ele. Pouco depois que ele gozou, eu gozei e ele riu da minha cara de assustado. Meu pai disse que ia ser nosso segredo e que a gente podia ter sempre esse tipo de intimidade se a gente fosse discreto, que ele não tinha vergonha e nem recusava putaria. Quando eu achei que tinha acabado, ele disse que tinha certeza que eu gostava de rola, mas que não ía falar nada sobre isso e que a hora que eu quisesse ele me comeria independentemente de eu ser filho dele ou não.
    Depois desse dia, não tocamos mais nesse assunto e nunca mais tivemos mais nada. Mas ele passou a entrar no banheiro enquanto eu tomo banho e eu enquanto ele está tomando banho com a desculpa de mijar. Vira e mexe um pega o outro de pau duro e rola um olhar sacana. Ontem mesmo eu fui usar o banheiro e ele nem parou a punheta enquanto eu mijava. Acho que, apesar de não ser usual, foi uma forma de nos aproximarmos…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*